No Complexo do Alemão, Janja se reúne com 50 líderes comunitárias

0
12

Ao lado da ministra da Igualdade Racial, Anielle Franco, a primeira-dama Rosângela Lula da Silva, popularmente conhecida como Janja, foi ao Complexo do Alemão, no Rio de Janeiro, na manhã desta sexta-feira (10/3), para se reunir com cerca de 50 líderes comunitárias da comunidade.

“Comecei o dia no Complexo do Alemão, conversando com cerca de 50 mulheres da comunidade. Pude ouvir o que pensam sobre habitação, saúde, educação e segurança alimentar. Muito importante escutá-las para conhecer suas demandas e, juntas, encontrarmos soluções!”, publicou Janja no Twitter.

Segundo a primeira-dama, a visita significou um momento de “troca e aprendizado”. “Quero seguir conversando com estas mulheres que me receberam tão bem na sua comunidade, e ouvir cada vez mais gente de todos os cantos do Brasil sobre suas ideias para reconstruir nosso país e avançarmos nos nossos direitos”, disse Janja.

CPX

Durante campanha eleitoral, o então candidato Luiz Inácio Lula da Silva (PT) chamou a atenção até de países estrangeiros, por ter adentrado durante comício, o Complexo do Alemão. A região é um bairro que abriga um dos maiores conjuntos de favelas da Zona Norte do município do Rio de Janeiro.

Na ocasião, a visita do petista fez emergir diversas fake news relacionadas à visita e à comunidade. As notícias falsas permeavam por várias invenções como a ligação de Lula com traficantes e com o tráfico de drogas. Durante a visita, Lula recebeu da líder do movimento por moradia do Complexo do Alemão, Camila Moradia, um boné com as letras “CPX”, o que intensificou as notícias falsas.

O senador Flávio Bolsonaro, filho do ex-presidente Jair Bolsonaro (PL), foi um dos responsáveis por divulgar informações falsas sobre o caso. Nas redes sociais, o politico disse que a sigla CPX significa “cupincha”, que quer dizer “parceiro do crime”.

“CPX é a sigla de ‘Complexo’ e é muito utilizada nas redes sociais por moradores jovens e um complexo é um conjunto de favelas que dividem a mesma região. No Rio de Janeiro, existem vários complexos (Complexo do Alemão, Complexo da Penha, Complexo da Maré…) que são comunidades agrupadas em um único território”, explicou a Voz das Comunidades.

Por/Mariana Costa

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui